Pular para o conteúdo

Alinare

Home » Blog » Recomendações de cuidados com joias

Recomendações de cuidados com joias

Compartilhar

Uma das frustrações que nós temos ao usar aquela joia que tanto aguardamos para utilizar em uma ocasião especial é encontrá-la danificada. Mesmo após anos sem nem saber onde ela estava. 

Existem várias boas práticas que podemos adotar para evitar que isso ocorra

Nós da Alinare fizemos uma rápida lista para você adotar e aumentar o cuidado com suas joias.


Separar as joias em embalagens apropriadas ou porta joias


Essa recomendação é de extrema importância, afinal, a maioria de suas joias passam a maior parte do tempo guardadas. Logo, precisam estar devidamente abrigadas. Essa primeira dica é simples, porém crucial.

Não misture acessórios diferentes. Pulseiras devem estar com pulseiras. Brincos com brincos. Colares com colares. Esse cuidado evita que suas peças se entrelacem e até se auto danifiquem. Além de ser mais agradável e organizado.

O ideal é deixar suas peças dentro de um porta-joias. Entretanto, tenha cuidado.

A internet é cheia de sugestões caseiras e práticas para criar seu porta-joia, mas na maioria das vezes ele é feito de materiais que são prejudiciais para as peças. Evite caixas produzidas de papel, papelão e plástico. Como algumas joias ficam guardadas por longos períodos, não corra riscos.

Na hipótese de não possuir um porta-joias, você também pode optar por saquinhos de veludo, que são extremamente funcionais e seguros. O veludo é um material que evita o contato do metal com a umidade e outros agentes danificadores.

Extra: Como guardar pérolas

Pérolas são singulares e sofrem bastante deterioramento em caso de negligência ao armazená-las.

Então, se você possuir essa estirpe de pedra, essa dica é para você.

Após usar esse ornamento, ao guardar, coloque a peça envolta por uma flanela. Assim evitando todos os possíveis intemperismos e fatalidades que possam vir a ocorrer em outros recipientes.


Deixe tudo longe do sol e umidade

Sol e umidade são grandes inimigos da conservação de alguns metais preciosos.

Portanto, para começar, nunca deixe suas joias no banheiro.

É de amplo conhecimento que a água é oxidante. Associada ao calor, esse processo de oxidação é potencializado.

Peças de prata devem evitar contato com água, tanto no banho, quanto em piscinas e banhos de mar.


Não passe cosméticos nas peças

É muito comum utilizarmos cremes e maquiagens quando colocamos alguma joia especial. Contudo, essa deve ser a última parte da produção.

Após todo o processo de produção para eventos é que se colocam os acessórios. 

Assim evitando banhar as peças com cosméticos que podem ser prejudiciais para a conservação da joia.


Evite produtos de limpeza pesados

Produtos como cloro e água sanitária estão fora de questão. Palhas de aço e esponjas também. Esses produtos podem causar danos irreversíveis na peça.

Outro utensílio que deve ser abolido na limpeza de joias, é a luva de borracha. Sua composição contém enxofre, que em contato com algumas peças, causa oxidação, logo, seu deterioramento.

É recomendado a utilização de sabão ou detergente neutro, com o auxílio de um pincel para não riscar a joia. Após efetuada a limpeza, deve-se enxaguar com água corrente abundante e certificar-se que não sobrou nenhum resquício de sabão. Feito isso, seque a peça com pano algodão muito bem, para não deixar umidade.


Rápida manutenção após utilizar

Logo após utilizar o acessório, recomenda-se que seja cuidadosamente limpada com uma flanela.

Essa prática irá garantir que ao guardar sua joia nenhum elemento indesejado seja armazenado em conjunto com a peça.


Por último

E não menos importante. Use suas joias.

O hábito de utilizar suas joias recorrentemente, por incrível que pareça, irá prevenir manchas e intemperismos provenientes do tempo.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.